Inovação

O poder da curiosidade

Basta uma simples pergunta para mudar o modo como as coisas são. Só é necessário alguém que pense… por que é que isto funciona assim? Poderia funcionar de outra forma? Poderia ser melhor?

Soichiro disse: "O engenho, a originalidade e o novo design são concebidos para superar as expectativas do público."

Deslocar

Com a inovação em mente

Grande plano do motor Honda.

Desde o início que a Honda transforma sonhos em tecnologia utilizável que permite melhorar a vida de todos. Ficamos sempre entusiasmados com os resultados das nossas ideias, mesmo que não sejamos bem-sucedidos à primeira tentativa.

Soichiro Honda com o protótipo do chimney.

O motor Chimney

Em 1947, Soichiro concebeu o seu primeiro motor, o "chimney". Foi uma ideia genial… que rapidamente se revelou um fracasso.

Após o sucesso do seu primeiro produto, a bicicleta motorizada, Soichiro ficou inspirado e decidiu dar o seguinte passo: criar um novo motor.

O primeiro protótipo foi o lendário motor "chimney". (Porquê "chimney"? Porque parecia uma chaminé!)

Foi concebido para reduzir o consumo de combustível e aumentar a potência. Contudo, o desenvolvimento deste motor foi interrompido antes de o mesmo ser colocado em produção. Ainda assim, os princípios do motor eram válidos e demonstrar-se-iam correctos numa fase posterior. Foi o primeiro exemplo do método da Honda em aprender com as suas falhas e utilizar essa experiência para futuros sucessos.

VTEC

Reinventar o motor? Vamos a isso!

O desafio da equipa de R&D da Honda era criar uma nova tecnologia, na qual se basearia a próxima geração de motores Honda. Precisavam de descobrir um mecanismo capaz de alterar o momento de afinação das válvulas do motor a velocidades altas e baixas, proporcionando assim um motor mais eficiente. O resultado foi o motor VTEC (Controlo electrónico do comando e abertura variável das válvulas) da Honda.

Foi um êxito imediato e uma novidade em todo o mundo. O Integra da Honda foi o primeiro modelo de produção a exibir o VTEC, tendo-se tornado padrão de excelência na tecnologia dos motores.

Logótipo VTEC.
Grande plano do motor VTEC.
Vista lateral do Integra da Honda.
Grande plano das válvulas do motor.

Prazer em conhecê-lo, ASIMO

Em Outubro de 2000, apresentámos-lhe o ASIMO, o robô humanóide mais avançado do mundo.

O ASIMO é um dos nossos projectos mais inspiradores. É um robô humanóide concebido para ser um assistente móvel multifuncional. O nome é o acrónimo de Advanced Step in Innovative Mobility.
O ASIMO caminha e corre em descidas e superfícies desiguais. É capaz de se virar facilmente, subir escadas e segurar objectos. O ASIMO é até capaz de responder a comandos de voz simples e reconhecer caras. Utilizando as câmaras incorporadas nos olhos, o ASIMO pode mapear o local onde se encontra, de modo a controlar objectos parados e em movimento.

Asimo a descer escadas.

E o prémio vai para...

Honda conquista prémios importantes no sector da eficiência energética.

2002 foi um bom ano para a nossa estante de prémios. A Honda Motors foi premiada em três categorias dos Prémios International ​Engines ​of ​the ​Year, graças ao Insight IMA, ao Civic Hybrid e ao motor de 2,0 litros do desportivo S2000.

O Insight recebeu também um reconhecimento muito especial do Conselho Americano para uma Economia Energética Eficiente, o qual indicou o modelo como o automóvel menos prejudicial para o ambiente em 2002.

Outra grande conquista da Honda nesse ano foi o desenvolvimento do FCX, o primeiro automóvel do mundo alimentado por células de combustível a receber a certificação de "veículo com emissões zero".

Honda FCX Clarity.

Dar asas aos sonhos da Honda

Decidimos que os aviões poderiam ser mais económicos, mais eficientes em termos de combustível e mais ecológicos. Por isso, começámos a conceber um avião que cumprisse todos esses objectivos.

Os desenvolvimentos começaram no HondaJet em meados dos anos 80 e, em Dezembro de 2003, o avião realizou a viagem inaugural sobre Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

O HondaJet é um jacto empresarial, compacto e experimental e, conforme vem sendo hábito da Honda, não se assemelha a qualquer outro avião. Os motores, em vez de ficarem sob as asas, foram colocados sobre as mesmas; esta inovação, entre muitas outras, permite que o HondaJet atinja velocidades de cruzeiro mais elevadas e consuma menos combustível, com um nível de emissões de poluentes de apenas 40% quando comparado com os valores das aeronaves semelhantes.


Motores mais benéficos

A tecnologia Earth Dreams tornou-se realidade em 2013 com o lançamento do motor a gasóleo 1.6 i-DTEC.

Tecnologia Earth Dreams foi o nome que demos aos nossos motores e transmissões de próxima geração. É uma tecnologia que permite impulsionar o desempenho, enquanto reduz o impacto ambiental.

O primeiro motor de produção em massa na Europa a concretizar esta filosofia na íntegra foi o motor a gasóleo 1.6 i-DTEC, fabricado na Inglaterra. Proporcionou aos condutores um equilíbrio perfeito entre economia e uma experiência de condução fantástica e foi integrado pela primeira vez no Civic, sendo posteriormente incorporado no CR-V em 2014.

Vista dianteira do Honda CR-V.

O CR-V 2014 inclui o motor a gasóleo 1.6 i-DTEC.

Vista panorâmica dianteira do automóvel Fórmula 1 da Honda.

Mensagem Eco na F1

Substituímos os logótipos de patrocinadores do nosso automóvel F1 por uma imagem do planeta Terra.